17 de maio - 19h30 às 21h

Local: Matuto Bar, Rua 242 número 190, Setor Universitário

Como a nanotecnologia pode influenciar o tratamento de doenças?

Você já parou para pensar como funcionam aqueles medicamentos inovadores, descritos com palavras complicadas como nanopartículas, célula-alvo ou vetorização? Sabe por que eles são tão interessantes e que atraem bilhões de dólares em investimentos a cada ano? A tecnologia farmacêutica gera inovações que têm o objetivo de atender necessidades de tratamentos cada vez mais específicos e refinados. Através do uso de nanotecnologia, buscamos soluções para aumentar a eficácia e segurança do tratamento com medicamentos. Tudo isso com a melhoria do bem-estar do paciente em mente. Conversaremos sobre como fazer com que o tratamento seja específico para um órgão ou tipo de célula desejado, como aumentar a concentração do medicamento no local de ação, aumentar a eficiência do tratamento e reduzir efeitos colaterais. Entre as várias aplicações da nanotecnologia, as inovações em tratamentos e produtos para a saúde abrem importantes perspectivas de novos e melhores produtos. 

Eliana Martins Lima

Professora Titular da Faculdade de Farmácia da Universidade Federal de Goiás (FF/UFG). Possui graduação em Farmácia pela UFG (1986-1989), Doutorado em Fármacos e Medicamentos pela Universidade de São Paulo (1995-1998), pós-doutorado em Sistemas Poliméricos para Drug Delivery na Universidade da Pensilvânia, EUA (2006) e estágio sênior na área de Nanotechnology Based Therapeutics (2014-2015) no Koch Institute for Integrative Cancer Research, do Massachusetts Institute of Technology (MIT – EUA). É membro da Academia Brasileira de Farmácia, da Associação Brasileira de Ciências Farmacêuticas e da Controlled Release Society (CRS).

Andris Figueiroa Bakuzis

Doutor em Física e pesquisador da área de Nanomedicina Térmica. Apaixonado pelo uso da Nanotecnologia para o tratamento de doenças. Sua pesquisa visa o desenvolvimento de terapias inovadoras para câncer. Estou muito empolgado com a possibilidade de divulgar ciência de ponta acompanhada de um bom bate-papo e, obviamente, uma boa cerveja.