top of page

15 de maio - 19h30 às 21h

Local: Galeria

De onde vem a consciência?

A consciência é um produto da atividade do cérebro? Afinal de contas, como a neurociência pode explicar a consciência? Para discutir isso vamos conversar sobre como a filosofia da mente, a neurociência e a evolução podem contribuir para o entendimento da mais desafiadora questão da história da ciência: de onde vem a consciência?

Danilo Benette Marques

É bacharel e licenciado em Ciências Biológicas pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (2011-2012). Possui mestrado pelo Departamento de Neurociências e Ciências do Comportamento da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da mesma Universidade (2016). Desenvolve pesquisas em eletrofisiologia do processamento neural de experiências traumáticas visando a identificação de eventos fisiológicos subjacentes à resiliência e ao comportamento depressivo em modelos animais. Tem experiência em modelos animais de comorbidades psiquiátricas associadas à epilepsia do lobo temporal, plasticidade sináptica, evolução do sistema nervoso e divulgação científica.

Matheus Teixeira Rossignoli

Possui graduação em Ciências Biológicas pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (2011) e mestrado pelo Departamento de Neurociências e Ciências do Comportamento da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da mesma universidade (2014). Na iniciação científica trabalhou com os efeitos do canabidiol sobre a consolidação de memórias aversivas. No mestrado estudou as alterações na eficiência sináptica hipocampo-cortical em um modelo farmacológico de psicose e a sua modulação pelo sistema endocanabinóide. Atualmente, no doutorado, investiga alterações eletrofisiológicas no modelo de depressão do desamparo aprendido sob o efeito de canabinóides. Na extensão universitária tem experiência tanto em cursinhos populares como na divulgação/popularização da ciência.

Rafael Naime Ruggiero

Possui graduação em Ciências Biológicas pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (2007). Possui mestrado (2012) e doutorado (2016) pelo Departamento de Neurociências e Ciências do Comportamento da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto. Durante a iniciação científica atuou na área de farmacologia estudando os substratos neurobiológicos da dependência e abstinência de drogas de abuso. No mestrado estudou os efeitos modulatórios do lítio em combinação com a neurotransmissão muscarínica sobre a plasticidade sináptica hipocampo-cortical, estudo com implicações para o entendimento de epilepsias, transtorno bipolar, fisiologia do sono e memória. No doutorado estudou os efeitos de longo prazo causados por crises epilépticas durante a infância em aspectos cognitivos, eletrofisiológicos e moleculares referentes à plasticidade sináptica hipocampo-cortical. Tem experiência em extensão universitária no ensino pré-vestibular e em divulgação/popularização da ciência.

bottom of page